arquivo

Suécia

Não consigo olhar para o trabalho do talentoso ilustrador suéco Klas Fahlen e não lembrar do artista romeno Saul Steinberg. Assim como ele, Klas tem um traço simples e bem humorado, mas sempre cheio de elegância. Massa!

KlasFahlen12 KlasFahlen28

KlasFahlen13

KlasFahlen24

KlasFahlen10

KlasFahlen8 KlasFahlen2 KlasFahlen16 KlasFahlen23

KlasFahlen9 KlasFahlen26 KlasFahlen17 KlasFahlen15 KlasFahlen27

KlasFahlen22

Anúncios

A Oyyo é um estúdio de design que cria objetos de decoração de uma maneira muito especial. O estúdio é nômande, sem lugar fixo, e funciona explorando novas culturas e novos artesanatos mundo afora, e se instalando onde consegue unir seu design às novas descobertas. Os designers suécos Lina Zedig e Marcus Åhrén estão por trás da Oyyo e, nessas andanças, fizeram um trabalho fantástico com uma pequena comunidade de artesãos da cidade indiana de Jodhpur. A Oyyo desenvolveu belíssimas estampas e o artesãos transformaram em lindos tapetes, confeccionados com técnicas seculares de tecelagem e tingidos com pigmentos da vegetação local. Sensacional!

OyyoNº1-10OyyoNº1-3 OyyoNº1-7OyyoNº1-6OyyoNº1-17OyyoNº1-8OyyoNº1-2 OyyoNº1-5OyyoNº1-11OyyoNº1-9 OyyoNº1-16OyyoNº1-4

Sempre achei muito difícil desenvolver pictogramas. Criações ricas em detalhes podem parecer bem trabalhosas, mas sintetizar um monte de informações em poucos traços é muito mais. Quando se cria ícones e pictogramas seu trabalho está sempre correndo o risco de não estar tão sintetizado assim ou de estar sintetizado demais a ponto de não trasmitir a informação completa. Viktor Hertz é um designer sueco que não só sabe criar ícones bem legais como os usa bastante em seu trabalho. Ele desenvolveu uma linha de posters de filmes utilizando apenas pictogramas. O resultado é massa e, naturalmente, minimalista.


A Brokenfab é uma marca de bijuteria criada pela designer têxtil suiça Fabienne Morel. O projeto é fantástico: são como estampas bordadas convertidas em colares, brincos, braceletes e headbands. As peças são inteiramente feitas de miçangas e produzidas manualmente. O trabalho é bem colorido e geométrico e, apesar do clima anos 80, as influências são diversas: disco music, tribais africanos, street art, entre outros.