arquivo

Arquivo mensal: julho 2012

Sempre achei muito difícil desenvolver pictogramas. Criações ricas em detalhes podem parecer bem trabalhosas, mas sintetizar um monte de informações em poucos traços é muito mais. Quando se cria ícones e pictogramas seu trabalho está sempre correndo o risco de não estar tão sintetizado assim ou de estar sintetizado demais a ponto de não trasmitir a informação completa. Viktor Hertz é um designer sueco que não só sabe criar ícones bem legais como os usa bastante em seu trabalho. Ele desenvolveu uma linha de posters de filmes utilizando apenas pictogramas. O resultado é massa e, naturalmente, minimalista.


O designer e fotógrafo inglês Dan Mountford criou um projeto de fotografia massa chamado The World Inside of Us. O trabalho foi executado com uma câmera analógica e utilizando a técnica de dupla exposição, que permite sobrepor fotos no filme fotógráfico. O uso desta técnica deixa o projeto ainda mais especial já que o mesmo resultado pode ser mais facilmente alcançado sobrepondo as fotografias em softwares de edição de imagem.

Sou uma grande admiradora do trabalho de Saul Steinberg, artista romeno famoso pela várias capas e ilustrações que desenvolveu para a revista americana The New Yorker. Recentemente conheci um de seus projeto desenvolvido em parceria com a renomada fotógrafa Inge Morath, chamado Le Masque. Morath fotografou pessoas usando máscaras desenhadas por Steinberg em sacos de papel. As máscaras são incríveis e adoro o efeito dos vários rostos sorridentes contextualizados em situações comuns, sendo usados por pessoas normais. Parece uma colagem. Na penúltima foto, o proprio Steinberg usa uma de suas criações.

A Brokenfab é uma marca de bijuteria criada pela designer têxtil suiça Fabienne Morel. O projeto é fantástico: são como estampas bordadas convertidas em colares, brincos, braceletes e headbands. As peças são inteiramente feitas de miçangas e produzidas manualmente. O trabalho é bem colorido e geométrico e, apesar do clima anos 80, as influências são diversas: disco music, tribais africanos, street art, entre outros.