arquivo

Arquivo mensal: julho 2012

Nunca fui muito fã de caricaturas, mas achei incríveis essas do ilustrador inglês Stanley Chow. Acho massa como ele usa formas geométricas e degradês na construção de sombras e expressões de seus desenhos. As caricaturas são bem fiéis às personalidades retratadas, não precisa nem de legenda.

Sou uma grande admiradora do trabalho de Saul Steinberg, artista romeno famoso pela várias capas e ilustrações que desenvolveu para a revista americana The New Yorker. Recentemente conheci um de seus projeto desenvolvido em parceria com a renomada fotógrafa Inge Morath, chamado Le Masque. Morath fotografou pessoas usando máscaras desenhadas por Steinberg em sacos de papel. As máscaras são incríveis e adoro o efeito dos vários rostos sorridentes contextualizados em situações comuns, sendo usados por pessoas normais. Parece uma colagem. Na penúltima foto, o proprio Steinberg usa uma de suas criações.

A Brokenfab é uma marca de bijuteria criada pela designer têxtil suiça Fabienne Morel. O projeto é fantástico: são como estampas bordadas convertidas em colares, brincos, braceletes e headbands. As peças são inteiramente feitas de miçangas e produzidas manualmente. O trabalho é bem colorido e geométrico e, apesar do clima anos 80, as influências são diversas: disco music, tribais africanos, street art, entre outros.




As chamadas roupas comemorativas são tradição em muitos países da África. Tecidos e roupas são estampados com o retrato de pessoas importantes como chefes políticos e líderes religiosos, e distribuídos para população. Como o próprio nome diz, os tecido são feitos para honrarem comemorações, como eleições políticas e visitas de chefes de estado. Inspirada nessa tradição, a empresa de design têxtil sul-africana  Shine Shine criou uma coleção fantástica de estampas utilizando as figuras de Barack Obama, Michelle Obama, entre outros. As estampas possuem a mesma configuração das tradicionais, mas com o traço mais modernos do designer Heidi Chisholm.